AS POSSIBILIDADES DE INSERÇÃO DO BRASIL NAS CADEIAS GLOBAIS DE VALOR

Autores

  • Paulo Costacurta de Sá Porto
  • Otaviano Canuto Banco Mundial
  • Arthur Augusto Lula Mota Federação das Indústrias de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v21i1.17075

Palavras-chave:

Cadeias Globais de Valor, Comércio Internacional, Industria Aeroespacial, Embraer, Desenvolvimento Regional

Resumo


O objetivo deste artigo é contribuir para o avanço da pesquisa sobre as Cadeias Globais de Valor (CGVs) no país. Neste artigo será apresentado o conceito de Cadeia Global de Valor, as possíveis estratégias de atuação dentro das CGVs, e as implicações dos novos arranjos de produção em torno das CGVs. Será apresentado também o papel do Brasil e sua inserção no novo ambiente do comércio internacional e de CGVs. Finalmente, é apresentado o estudo de caso da indústria aeroespacial brasileira para ilustrar as possibilidades de inserção de empresas brasileiras nas CGVs.

Biografia do Autor

Paulo Costacurta de Sá Porto

Professor do Mestrado em Economia e Desenvolvimento da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), campus Osasco

Otaviano Canuto, Banco Mundial

Diretor-executivo

Banco Mundial

Arthur Augusto Lula Mota, Federação das Indústrias de São Paulo

Economista

FIESP

Downloads

Publicado

31-07-2017

Como Citar

SÁ PORTO, P. C. de; CANUTO, O.; MOTA, A. A. L. AS POSSIBILIDADES DE INSERÇÃO DO BRASIL NAS CADEIAS GLOBAIS DE VALOR. Informe GEPEC, [S. l.], v. 21, n. 1, p. p. 10–27, 2017. DOI: 10.48075/igepec.v21i1.17075. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/17075. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos