A EFICIÊNCIA DO MODELO CAPM A PARTIR DE DIFERENTES CARTEIRAS DE AÇÕES BRASILEIRAS ENTRE OS ANOS DE 2004 E 2014

Autores

  • Diandra Carla Uncini Brunhera
  • Edison Luiz Leismann
  • Marco Aurélio Kasmin Corrêa

DOI:

https://doi.org/10.48075/gdemrevista.v1i1.12190

Palavras-chave:

Eficiência. Modelo CAPM. Risco e Retorno.

Resumo


Este artigo busca verificar a eficiência do modelo de precificação de ativos de capital – CAPM na previsão de retornos futuros de uma determinada carteira de ativos, utilizando dados de 2004 a 2014. A pesquisa é do tipo exploratória, utilizando a ferramenta solver no processo de otimização de carteiras de baixo, médio e alto risco, a partir da série de dados coletados para o período de novembro de 2004 à novembro de 2014. Neste cenário de complexidades de mercado, observa-se que o CAPM não explica de maneira exata todos os retornos ocorridos nesse período, sendo observado nos resultados não eficazes, expressiva  variação. Sugere-se a utilização de outras metodologias que busquem explorar os resultados encontrados e reduzir as discrepâncias entre os retornos estimado e obtido.

Downloads

Publicado

11-06-2015

Como Citar

BRUNHERA, D. C. U.; LEISMANN, E. L.; CORRÊA, M. A. K. A EFICIÊNCIA DO MODELO CAPM A PARTIR DE DIFERENTES CARTEIRAS DE AÇÕES BRASILEIRAS ENTRE OS ANOS DE 2004 E 2014. Gestão e Desenvolvimento em Revista, [S. l.], v. 1, n. 1, p. p. 98–107, 2015. DOI: 10.48075/gdemrevista.v1i1.12190. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gestaoedesenvolvimento/article/view/12190. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos