SÍNDROME DE BURNOUT: UM ESTUDO A PARTIR DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO PÚBLICO

Autores

  • Diziane Inês de Lima Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ.
  • Ana Lúcia Pinheiro Israel Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ
  • Felipe Cavalheiro Zaluski Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ https://orcid.org/0000-0003-0942-9180
  • Nelson José Thesing Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ
  • Adriane Fabricio Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ

DOI:

https://doi.org/10.48075/gdemrevista.v4i1.19789

Palavras-chave:

Síndrome de Burnout, Educação, Escola, Estresse Ocupacional

Resumo


O objetivo deste estudo é identificar se há incidência da Síndrome de Burnout em funcionários de uma instituição pública de ensino básico, localizada na Região Alto Jacuí do Estado do Rio Grande do Sul. Para isso primeiramente, aborda-se uma breve revisão teórica acerca da temática e, por conseguinte, destaca-se o perfil dos entrevistados e os resultados e análises da aplicação do questionário Maslach Burnout Inventory – MBI. Com uma abordagem qualitativa, descritiva e com coleta de dados por meio de questionário estruturado e pesquisa bibliográfica, os resultados mostram que considerando a atual conjuntura e a desvalorização da profissão, os profissionais, em sua maioria, gostam daquilo que se propuseram a fazer, o que escolherem como profissão, sendo que um baixo percentual apresenta sintomas de Burnout, mas não a síndrome em si.

Biografia do Autor

Diziane Inês de Lima, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ.

Mestranda em Desenvolvimento Regional pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ. Pós-Graduada em Auditoria e Perícia Contábil pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ. Bolsista PROSUC/CAPES.

Ana Lúcia Pinheiro Israel, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ

Pós-Graduada em MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ.

Felipe Cavalheiro Zaluski, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ

Mestrando em Desenvolvimento Regional pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Pós-Graduado em Docência do Ensino Superior em Administração pela Faculdade Venda Nova do Imigrante - FAVENI. Graduado em Administração pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Bolsista PROSUC/CAPES.

Nelson José Thesing, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ

Doutor em Integração Regional pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL.

Adriane Fabricio, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ

Doutoranda em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.

Downloads

Publicado

02-08-2018

Como Citar

LIMA, D. I. de; ISRAEL, A. L. P.; ZALUSKI, F. C.; THESING, N. J.; FABRICIO, A. SÍNDROME DE BURNOUT: UM ESTUDO A PARTIR DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO PÚBLICO. Gestão e Desenvolvimento em Revista, [S. l.], v. 4, n. 1, p. p. 128–139, 2018. DOI: 10.48075/gdemrevista.v4i1.19789. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gestaoedesenvolvimento/article/view/19789. Acesso em: 20 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos