AGRICULTURA FAMILIAR E O DESAFIO DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: O CASO DE SALVADOR DAS MISSÕES - RS

Autores

  • Vanderlei Franck Thies Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.48075/ijerrs.v4i2.28593

Resumo


Os sistemas agroalimentares da atualidade têm se configurado num ambiente de polarização entre as perspectivas fundadas na valorização das culturas locais, na maior autonomia dos agricultores, na configuração de sistemas produtivos biodiversos, recuperadores e conservadores dos ecossistemas, ante as perspectivas homogeneizadoras e verticalizadoras das formas de agricultura impulsionadas por impérios alimentares. Buscou-se identificar as mudanças nos sistemas produtivos e se elas apontam para a configuração de agroecossistemas biodiversos e conservadores dos recursos naturais, através de processos de transição agroecológica, ou se estão alinhando-se as formas empresarias de agricultura impulsionadas pelos impérios alimentares. Para tal, foi realizada pesquisa de campo, com caráter histórico e comparativo, junto ao mesmo grupo de agricultores familiares de Salvador das Missões (RS), com os quais foram coletados dados nos anos de 2003 e 2018. Observou-se que, ao longo do tempo, na maioria dos casos, os agroecossistemas configurados pelos agricultores familiares de Salvador das Missões avançaram na perspectiva da internalização de formas empresarias de agricultura, subordinados de modo crescente à lógica dos impérios alimentares, sem a presença de processos de transição agroecológica. Em perspectiva diversa, entre as famílias que passam a produzir exclusivamente para o autoconsumo, observou-se que as formas camponesas de agricultura se mostram mais presentes, ainda que sem a presença de processos de transição agroecológica.

Downloads

Publicado

22-03-2022

Como Citar

FRANCK THIES, V. AGRICULTURA FAMILIAR E O DESAFIO DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: O CASO DE SALVADOR DAS MISSÕES - RS. International Journal of Environmental Resilience Research and Science - IJERRS, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 1–11, 2022. DOI: 10.48075/ijerrs.v4i2.28593. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/ijerrs/article/view/28593. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Edição especial - III Workshop RIPERC - artigos convidados