A LITERATURA AFRO-BRASILEIRA FEMININA: ANCESTRALIDADE E RENASCIMENTO IDENTITÁRIO NO CONTO DE CRISTIANE SOBRAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rlhm.v17i29.26040

Palavras-chave:

Literatura Afro-brasileira, Autoria Feminina, Personagem feminina, Identidade, Ancestralidade.

Resumo


A autora Cristiane Sobral, que fez sua estreia na literatura nos Cadernos Negros, em 2000, já é reconhecida nacionalmente por suas coletâneas de poesias e contos e se insere na vertente literária afro-feminina por meio das temáticas abordadas e dos pontos de vistas em seus textos que buscam a afirmação da identidade negra. Com personagens fortes e resistentes aos valores hegemônicos da cultura europeia transplantada no Brasil, suas personagens priorizam suas raízes étnicas ancestrais. Desse modo, nesse artigo, busca-se analisar no conto “Renascença”, que integra a coletânea O tapete voador, de 2016, a relação da protagonista, cujo nome é Teresa, com sua ancestralidade e sexualidade, ao não se render às convenções impostas que a pressionam para um embranquecimento étnico. A análise respalda em autores como, entre outros, Bonnici (2007), Duarte (2008), Santos e Wielewicki (2009), Lugones (2014) e Ribeiro (2017).

Biografia do Autor

Wilma dos Santos Coqueiro

Wilma dos Santos Coqueiro é graduada em Letras pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (1997), Mestre em Letras pela Universidade Estadual de Londrina (2003), e Doutora em Letras/área de concentração em Estudos Literários pela Universidade Estadual de Maringá. Também é professora adjunta da Unespar/campus de Campo Mourão, atuando principalmente nos seguintes, temas: Literatura Brasileira Contemporânea, Literatura de Autoria feminina e Literatura e Ensino. Integra como pesquisadora o Grupo de Pesquisa Diálogos Literários e o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Diversidade e Cultura - GEPEDIC, ambos da UNESPAR/Campus de Campo Mourão e o Grupo de Pesquisa LAFEB, da Universidade Estadual de Maringá.

Downloads

Publicado

02-07-2021

Como Citar

COQUEIRO, W. dos S. A LITERATURA AFRO-BRASILEIRA FEMININA: ANCESTRALIDADE E RENASCIMENTO IDENTITÁRIO NO CONTO DE CRISTIANE SOBRAL. Revista de Literatura, História e Memória, [S. l.], v. 17, n. 29, p. 111–126, 2021. DOI: 10.48075/rlhm.v17i29.26040. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rlhm/article/view/26040. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

PESQUISA EM LETRAS NO CONTEXTO LATINO-AMERICANO E LITERATURA, ENSINO E CULTURA