FEMINISMOS E LITERATURA DAS MULHERES: CONFIGURAÇÕES POSSÍVEIS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O CONTEXTO BRASILEIRO

Autores

  • Alessia di Eugenio Universidade de Bolonha

DOI:

https://doi.org/10.48075/rlhm.v17i30.28070

Palavras-chave:

literatura das mulheres, feminismos, criação literária, literatura brasileira.

Resumo


A categoria de “literatura das mulheres” – categoria de análise criada a partir de percursos históricos e sócio-políticos que levaram a reivindicar um espaço específico na organização do saber – poderia ser repensada como um campo aberto, feminista, livre e em transformação. De fato, a criação literária e os feminismos partilham a necessidade da liberdade e da contínua transformação. A análise da produção literária de mulheres que escreveram sobre a época da ditadura – época em que começou o desenvolvimento de um verdadeiro movimento feminista no Brasil – ajuda a refletir sobre presentes e possíveis relações entre os feminismos militantes, as influências feministas e a criação literária.

Biografia do Autor

Alessia di Eugenio, Universidade de Bolonha

Alessia di eugenio é atualmente pesquisadora no departamento de línguas, literaturas e culturas modernas da universidade de Bolonha e trabalha sobre memória e escrita das mulheres sobre a ditadura militar brasileira. Doutora em estudos literários e culturais em 2018 com uma tese sobre a teoria da antropofagia e suas repercussões contemporâneas na interseção entre filosofia, literatura e estudos culturais. Mestre em filosofia em 2014 com uma dissertação intitulada "La teoria dell'antropofagia di oswald de andrade. Divorando il pensiero occidentale da una modernità periferica". Realizou períodos de estudo e estágios de pesquisa na universidade Paris 1 panthéon-sorbonne e na universidade federal do rio de janeiro.

Downloads

Publicado

01-02-2022

Como Citar

DI EUGENIO, A. FEMINISMOS E LITERATURA DAS MULHERES: CONFIGURAÇÕES POSSÍVEIS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O CONTEXTO BRASILEIRO. Revista de Literatura, História e Memória, [S. l.], v. 17, n. 30, p. 37–49, 2022. DOI: 10.48075/rlhm.v17i30.28070. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rlhm/article/view/28070. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ: FEMINISMOS E LITERATURAS