Cooperativismo e agricultura familiar na formação do espaço agrícola do Oeste do Paraná

Autores

  • Camila Cremonese
  • Erneldo Schallenberger

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v12i23.434

Palavras-chave:

Desenvolvimento regional, cooperativismo, agricultura familiar

Resumo


O artigo discute, em linhas gerais, o significado e a importância da agricultura familiar, enquanto prática cultural trazida pelos colonos descendentes de europeus, preponderantemente gaúchos e catarinenses, para a configuração socioeconômica da região oeste do Paraná. Centra seu foco analítico na relação entre os fatores externos e a articulação interna dos produtores agrícolas frente ao processo da inserção da economia agrícola no mercado mundial. Destaca o cooperativismo como instrumento da modernização agrícola e da dinamização da economia regional e aponta a agricultura familiar como campo de resistência à exclusão social.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

CREMONESE, C.; SCHALLENBERGER, E. Cooperativismo e agricultura familiar na formação do espaço agrícola do Oeste do Paraná. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 12, n. 23, p. p. 49–63, 2000. DOI: 10.48075/rtc.v12i23.434. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/434. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos