AS RELAÇÕES BRASIL-EUA NA TRANSIÇÃO PRESIDENCIAL TRUMAN-EISENHOWER: IMAGENS DO JORNAL ÚLTIMA HORA (1952-1953)

Autores

  • Natalia Abreu Damasceno
  • Leonardo Pires da Silva Belancon

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v19i2.12854

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar as imagens construídas pelo jornal Última Hora sobre as relações Brasil-Estados Unidos, no período de transição entre os governos dos presidentes Harry Truman e Dwight Eisenhower. Por meio da análise das edições do periódico publicadas entre 1952 e 1953, investigamos as expectativas, frustrações e conflitos de interesse que deram o tom das relações entre ambos os países em pleno momento de acirramento das tensões no cenário internacional da Guerra Fria. Entendendo o UH como instrumento legitimador das posturas de Vargas, trilhamos pela via da imaginação política, observando estratégias de condicionamento da opinião pública a respeito de pontos nevrálgicos nas relações Brasil-EUA à época, como a cooperação econômica, política e militar.

Downloads

Publicado

18-02-2016

Como Citar

DAMASCENO, N. A.; BELANCON, L. P. da S. AS RELAÇÕES BRASIL-EUA NA TRANSIÇÃO PRESIDENCIAL TRUMAN-EISENHOWER: IMAGENS DO JORNAL ÚLTIMA HORA (1952-1953). Tempos Históricos, [S. l.], v. 19, n. 2, p. 268–291, 2016. DOI: 10.36449/rth.v19i2.12854. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/12854. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos