A INTEGRAÇÃO IMPERIAL ROMANA SOB TRAJANO NA CONCEPÇÃO DE PLÍNIO, O JOVEM

Autores

  • Alex Aparecido da Costa

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v20i2.13346

Resumo


Desde a República até a queda do Império do Ocidente uma vasta diversidade humana esteve reunida sob o poder de Roma. Embora possuíssem relativa autonomia jurídica e política em âmbito local foi apenas a partir do século I d.C. que houve um gradual aumento da atuação dos provinciais na política imperial. Essa mudança de postura foi conduzida sob a tutela autocrática dos césares segundo seus interesses e em favor de sua imagem como bons governantes. Diante disso, este artigo pretende discutir aspectos da exaltação da política imperial de Trajano presentes no Panegírico de Trajano de Plínio, o Jovem, membro de um círculo político de apoio ao césar. Nessa obra, em torno da ideia moral e política de virtus e do estoicismo, Plínio constrói a imagem de Trajano como promotor da integração e da grandeza do orbis romanus.

Downloads

Publicado

15-12-2016

Como Citar

COSTA, A. A. da. A INTEGRAÇÃO IMPERIAL ROMANA SOB TRAJANO NA CONCEPÇÃO DE PLÍNIO, O JOVEM. Tempos Históricos, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 70–88, 2016. DOI: 10.36449/rth.v20i2.13346. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/13346. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático