REVOLUÇÃO – VARIAÇÕES EM TORNO DE UM ACORDE CONCEITUAL

Autores

  • José D'Assunção BARROS

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v21i1.15169

Resumo


Propõe-se discutir o conceito de revolução a partir de uma nova abordagem, a qual poderia ser aplicada aos conceitos de modo geral: a analogia entre os conceitos e a noção musical de ‘acorde’. Para a discussão específica do conceito de “revolução”, parte-se inicialmente da elaboração conceitual desenvolvida por Hannah Arendt em “Da Revolução”, daí chegando às observações de seus críticos e a outras elaborações conceituais da noção de “revolução”. Na sessão final do artigo, propomos uma nova formulação do conceito, apoiada tanto em aspectos desenvolvidos por outros autores, incluindo Arendt, como acrescentando mais algumas notas conceituais

Downloads

Publicado

20-06-2017

Como Citar

BARROS, J. D. REVOLUÇÃO – VARIAÇÕES EM TORNO DE UM ACORDE CONCEITUAL. Tempos Históricos, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 323–355, 2017. DOI: 10.36449/rth.v21i1.15169. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/15169. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos