RELAÇÕES DE PODER NA FRONTEIRA PORTUGUESA NO CONTEXTO DAS GUERRAS LUSO-CASTELHANAS (1367-83)

Autores

  • Fátima Regina Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v20i2.15738

Resumo


O tema das fronteiras e identidades traz amplo potencial de desenvolvimento seja por relacionar dois eixos de investigação profundos, seja por constituírem tema de grande atualidade no âmbito mundial. No campo político o contexto, em geral, pressiona as realidades político-diplomáticas consolidadas no sentido de flexibilizarem seus critérios e neste trabalho destacamos a mecânica das relações de poder tanto a nível central como regional a partir da fronteira de Elvas/Badajoz no contexto das guerras luso-castelhanas do reinado de Fernando I de Portugal na segunda metade do século XIV.

Downloads

Publicado

15-12-2016

Como Citar

FERNANDES, F. R. RELAÇÕES DE PODER NA FRONTEIRA PORTUGUESA NO CONTEXTO DAS GUERRAS LUSO-CASTELHANAS (1367-83). Tempos Históricos, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 147–174, 2016. DOI: 10.36449/rth.v20i2.15738. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/15738. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático