O MOVIMENTO OPERÁRIO CARIOCA EM PERSPECTIVA NAS PÁGINAS DA REVISTA GIL BLAS (1919-1920)

Autores

  • Carlos Gustavo Nóbrega de JESUS Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v21i2.17890

Palavras-chave:

movimento operário, nacionalismo, imprensa

Resumo


O artigo tem por finalidade apresentar vários segmentos do movimento operário no Rio de Janeiro, entre 1919 e 1920, por meio das páginas da Revista Gil Blas. Assim como podemos constatar a participação de nomes como Saul Navarro e José Oiticica, ligados à uma vertente operária revolucionária, notou-se, no mesmo espaço da revista, reivindicações trabalhistas ligadas às tendências positivistas, contrárias às mobilizações grevistas e grupos que enveredaram por uma posição xenófoba-nacionalista, que se colocavam contra a presença de estrangeiros no seio do movimento.   

Biografia do Autor

Carlos Gustavo Nóbrega de JESUS, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

É professor do Departamento de História da PUC-SP, Superintendente da Fundação Pró-Memória e Diretor do Museu da Cultura da PUC-SP. Possui Graduação (2000), Mestrado (2004) e Doutorado (2011) em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Autor dos livros E, "Anti-Semitismo e Nacionalismo, Negacionismo e Memória" (2006), e  Revista Gil Blas e o nacionalismo de combate (2013), ambas pela editora UNESP.

Downloads

Publicado

20-12-2017

Como Citar

JESUS, C. G. N. de. O MOVIMENTO OPERÁRIO CARIOCA EM PERSPECTIVA NAS PÁGINAS DA REVISTA GIL BLAS (1919-1920). Tempos Históricos, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 18–51, 2017. DOI: 10.36449/rth.v21i2.17890. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/17890. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático