HISTÓRIA E IMAGEM: PERSONIFICAÇÕES DO FEMININO NA OBRA DE ARTEMISIA GENTILESCHI

Autores

  • Cristine TEDESCO Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v22i1.18159

Palavras-chave:

História. Mulheres artistas. Artemisia Gentileschi.

Resumo


O presente texto faz parte de uma tese de doutorado cujo tema central é a trajetória de vida e a obra da pintora Artemisia Gentileschi (1593-1654). O artigo constitui parte de um dos capítulos da pesquisa, no qual discutimos como a obra da artista contribui para pensar sua trajetória biográfica, sua cultura e seu tempo. Nosso objetivo é compreender as representações e construções do feminino na obra de Artemisia, para além das Judites, fortes e implacáveis; Artemisia também pintou retratos de senhoras cultas e ilustres que escrevem ou tocam um instrumento musical e alegorias da música, da paz, da retórica, da história, da fama e da pintura, que exaltam a intelectualidade, além de contribuir para tornar a pintura uma atividade nobre. Assim, o artigo discutirá algumas das perspectivas do feminino que coexistem na obra de Artemisia, contribuindo para não enxergar sua obra apenas através da lente da violência, considerada, muitas vezes, chave de leitura para explicar sua produção.

Biografia do Autor

Cristine TEDESCO, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul com período de 12 meses de doutorado sanduíche na Università Ca' Foscari Venezia. Bolsista CAPES. 

Downloads

Publicado

12-08-2018

Como Citar

TEDESCO, C. HISTÓRIA E IMAGEM: PERSONIFICAÇÕES DO FEMININO NA OBRA DE ARTEMISIA GENTILESCHI. Tempos Históricos, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 273–304, 2018. DOI: 10.36449/rth.v22i1.18159. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/18159. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos