CONFLITOS DE UTOPIAS: OS EMBATES ENTRE AS ESQUERDAS E A PRODUÇÃO DO PENSAMENTO POLÍTICO NA IMPRENSA OPERÁRIA BRASILEIRA (1922)

Autores

  • Leandro Ribeiro GOMES UNESP-Assis/SP

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v22i2.19259

Palavras-chave:

Imprensa Operária, Pensamento Político, Anarquismo, Comunismo.

Resumo


Este artigo pretende apresentar algumas novas contribuições a respeito da história do pensamento político que foi produzido pela imprensa operária brasileira no início da década de 1920 sobre a questão da organização operária.  Os conflitos que ocorreram no interior do movimento operário do Brasil a partir do advento da fundação do PCB já foram temas de diversos trabalhos historiográficos. Contudo, acreditamos que, não raras vezes, os preconceitos e estereótipos ideológicos não permitiram um aprofundamento do entendimento do rico pensamento político destes setores. A ascensão dos comunistas e seus conflitos com os anarquistas não fizeram com que os últimos simplesmente reproduzissem formulações dogmáticas, mas, ao contrário, isso fez com que eles construíssem novas explicações que atendessem as novas questões que foram colocadas ao movimento trabalhista. 

Downloads

Publicado

02-04-2019

Como Citar

GOMES, L. R. CONFLITOS DE UTOPIAS: OS EMBATES ENTRE AS ESQUERDAS E A PRODUÇÃO DO PENSAMENTO POLÍTICO NA IMPRENSA OPERÁRIA BRASILEIRA (1922). Tempos Históricos, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 520–551, 2019. DOI: 10.36449/rth.v22i2.19259. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/19259. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos