O CONFLITO PELA POSSE DA TERRA NA REGIÃO DO PÂNTANO, MUNICÍPIO DE PIUMHI (MG)

Autores

  • Marina Mesquita CAMISASCA Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v22i2.20630

Palavras-chave:

Piumhi, Pântano, conflito de terra, camponeses.

Resumo


O presente artigo discute a mobilização camponesa e as disputas por terra no estado de Minas Gerais nos anos de 1961 a 1964, tendo como foco o conflito existente no município de Piumhi. Nessa cidade no início da década de 1960, a região conhecida como Pântano, estava sendo drenada pelo DNOS e foi objeto de conflito entre latifundiários e camponeses. O objetivo é analisar esse conflito, ainda pouco conhecido pela historiografia, a partir de fontes do DOPS/MG, de jornais e de depoimento oral, situando-o no contexto nacional do período.

Biografia do Autor

Marina Mesquita CAMISASCA, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutoranda em História na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Downloads

Publicado

02-04-2019

Como Citar

CAMISASCA, M. M. O CONFLITO PELA POSSE DA TERRA NA REGIÃO DO PÂNTANO, MUNICÍPIO DE PIUMHI (MG). Tempos Históricos, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 184–201, 2019. DOI: 10.36449/rth.v22i2.20630. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/20630. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático