LUTAS ATÉ GUARIBA 1984: EXPERIÊNCIAS DE MULHERES NA LAVOURA DE CANA

Autores

  • Julia CHEQUER CPDOC/FGV

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v22i2.20701

Palavras-chave:

work, rural, women, gender, sugar cane, proalcool

Resumo


A presente pesquisa tem como objetivo compreender de que maneira tanto as mobilizações camponesas do inicio da década de 1960, quanto as resistências cotidianas e o uso de vias institucionais, se conectam com o movimento de 1984 em Guariba (SP). Privilegiei a análise da experiência de mulheres que transitaram de um trabalho rural de base familiar para o temporário individual em lavouras de cana-de-açúcar, através da migração para o município entre 1975 – ano da Promulgação do Proálcool – e 1985 – ano de (re)fundação do Sindicato local – como forma de compreender também as resistências e os deslocamentos nas relações de gênero e as articulações entre os espaços da família, do trabalho e do cotidiano.

Biografia do Autor

Julia CHEQUER, CPDOC/FGV

Mestranda em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC/FGV, bolsista Capes e bacharel em Comunucação Social/Jornalismo pela PUC-SP.

Downloads

Publicado

02-04-2019

Como Citar

CHEQUER, J. LUTAS ATÉ GUARIBA 1984: EXPERIÊNCIAS DE MULHERES NA LAVOURA DE CANA. Tempos Históricos, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 736–746, 2019. DOI: 10.36449/rth.v22i2.20701. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/20701. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa