Fontes clínicas, história da loucura e história da psiquiatria: uma revisão historiográfica

Autores

  • Allister Dias Fundação Oswaldo Cruz

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v25i1.21029

Palavras-chave:

história da psiquiatria, fontes históricas, historiografia, loucura, controle social.

Resumo


Registros clínico-psiquiátricos vêm sendo explorados como fontes históricas por diversos historiadores e cientistas sociais interessados em compreender as transformação dos saberes e práticas médico-psicológicas. Da mesma maneira, tais testemunhos históricos vêm revelando imensa potencialidade heurística na reconstrução das variadas e complexas experiências da loucura, nos mais diversos espaços e tempos. Este artigo traça um balanço historiográfico com atenção voltada à literatura da história da psiquiatria e da loucura em âmbito internacional e nacional que fez uso deste tipo documental. Demarcamos, como conclusão, o quanto a mobilização de tais fontes contribui para a relativização de interpretações de cunho funcionalista da história dos saberes médico-psicológicos e da loucura

Downloads

Publicado

01-06-2021

Como Citar

DIAS, A. Fontes clínicas, história da loucura e história da psiquiatria: uma revisão historiográfica. Tempos Históricos, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 231–255, 2021. DOI: 10.36449/rth.v25i1.21029. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/21029. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos