TRABALHADORES E A LUTA PELA TERRA EM ROLIM DE MOURA/RONDÔNIA (1970-1980)

Autores

  • Cátia Franciele Sanfelice DE PAULA Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v23i1.22355

Palavras-chave:

Trabalhadores, Luta pela Terra, Rolim de Moura/RO

Resumo


Os trabalhadores que migraram para Rolim de Moura/RO, nas décadas de 1970 e 1980, são em sua maioria provenientes da Região Sul do país, principalmente do estado do Paraná. Em grande medida trazem questões em comum. São trabalhadores informais, temporários, que se deslocavam com poucos recursos e, à medida que chegavam, desenvolviam diversas formas de trabalho enquanto lutavam para conseguirem suas propriedades. O objetivo desse artigo é apresentar um histórico sobre Rondônia, anterior aos projetos oficiais de “colonização”, em específico, sobre o projeto PIC Gy Paraná, e discutir as formas de apropriação e de luta pela terra e a correlação de força enfrentada pelos trabalhadores nesse processo. Para isso, utilizo como fontes entrevistas orais e registros produzidos pela Comissão Pastoral da Terra.

Biografia do Autor

Cátia Franciele Sanfelice DE PAULA, Universidade Federal de Rondônia

Professora do Departamento de História Unir, Campus Rolim de Moura/RO

Downloads

Publicado

26-11-2019

Como Citar

DE PAULA, C. F. S. TRABALHADORES E A LUTA PELA TERRA EM ROLIM DE MOURA/RONDÔNIA (1970-1980). Tempos Históricos, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 184–215, 2019. DOI: 10.36449/rth.v23i1.22355. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/22355. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático