O Caracazo na Venezuela (1989): da crítica ao presentismo a uma perspectiva acontecimental da história

Autores

  • Livia Esmeralda Vargas-González Universidade Central da Venezuela (UCV) / Professora Assistente. Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) / Doutoranda.

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v25i1.24036

Palavras-chave:

acontecimento, Caracazo, história aberta, “algarabia” messiânica, tragédia traumática.

Resumo


No presente artigo proponho-me a descrever a irrupção popular do Caracazo, acontecida na Venezuela em 27 e 28 de fevereiro do ano 1989, à luz da ruptura que ele gerou no regime democrático representativo venezuelano, bem como a reviravolta que significou diante da expansão do neoliberalismo no mundo após a queda do bloco soviético. A minha hipótese, a qual assume o Caracazo como acontecimento, toma como base o debate sobre a potencialidade das apostas emancipatórias hoje, tendo como premissa a ideia segundo a qual a história continua aberta às emergências acontecimentais, entendidas como chance messiânica. A descrição do Caracazo oferece outra referência da história efetiva que se constitui em chave para pensarmos uma concepção aberta da história na qual a questão da conjuntura e da estratégia ocupam um lugar relevante.

Biografia do Autor

Livia Esmeralda Vargas-González, Universidade Central da Venezuela (UCV) / Professora Assistente. Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) / Doutoranda.

Formada em Filosofia, com mestrado em Filosofia e Ciências Humanas pela Universidade Central da Venezuela (UCV). Professora de Teoria Social na Escola de Sociologia da Universidade Central da Venezuela (UCV) e Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) sob a orientação do Prof. Dr. Marcelo de Mello Rangel, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES).

Downloads

Publicado

08-04-2021

Como Citar

VARGAS-GONZÁLEZ, L. E. O Caracazo na Venezuela (1989): da crítica ao presentismo a uma perspectiva acontecimental da história. Tempos Históricos, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 44–69, 2021. DOI: 10.36449/rth.v25i1.24036. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/24036. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos