As faces da cidade: migrações históricas no município de Santos/SP

Autores

  • Wellington Teixeira Lisboa Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v24i2.25114

Palavras-chave:

Economia do café, Imigração, Santos, Território

Resumo


Apresenta-se um breve panorama sobre os fluxos de migrações internacionais alocados no município litorâneo de Santos, no estado de São Paulo, na transição do século 19 ao século 20. Com este propósito, identificam-se as principais correntes migratórias formadas no contexto da economia cafeeira paulista, período histórico no bojo do qual esta cidade protagonizou metamorfoses estruturantes na sua composição territorial e populacional. A sistematização e o exame da historiografia e de fontes institucionais primárias cooperam com a produção dessa narrativa a respeito do tecido multicultural que, desde os oitocentos, demarcou as faces urbanísticas e demográficas de Santos.

Biografia do Autor

Wellington Teixeira Lisboa, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Professor Adjunto no Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Doutor em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Referências

A INVASÃO amarela no Campo Grande. A Tribuna, anno XX, Santos, 22 de março de 1914. Disponível em: http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0388a.htm. Acesso em: 26 fev. 2012.

ÁLVARO, Guilherme. A campanha sanitária de Santos: suas causas e seus effeitos. São Paulo: Casa Duprat, 1919.

ANDRADE, Wilma T. F. de. O discurso do progresso: a evolução urbana de Santos (1870-1930). 1989. 265f. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1989.

BAENINGER, Rosana. Fases e faces da migração em São Paulo. Campinas: Núcleo de Estudos da População - Nepo/Unicamp, 2012.

BASSANEZI, Maria S. C. B. Imigrações internacionais no Brasil: um panorama histórico. In: PATARRA, Neide L. (coord.). Emigração e imigração internacionais no Brasil contemporâneo. Campinas: FNUAP, 1996.

________ (org.). São Paulo do passado: dados demográficos 1854. V. II. Campinas: Núcleo de Estudos de População/Universidade Estadual de Campinas, 1998. Disponível em: http://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/censos.html. Acesso em: 27 maio 2015.

BLUME, Luís Henrique dos S. O Porto Maldito: modernização, epidemias e moradia da população pobre em Santos no final do século XIX. In: FENELON, Déa Ribeiro (org.). Cidades. vol. 1. 1ª ed. São Paulo: Olho D'Água, 1999. p. 129-151.

CAMARGO, Haroldo L. Santos, Alemães e o Cemitério Protestante: Colônias estrangeiras e Patrimônio cultural. Revista Eletrônica Patrimônio: Lazer & Turismo, Universidade Católica de Santos, Santos, out. 2006, não paginado. Disponível em: <http://www.unisantos.br/pos/revistapatrimonio/artigos.php?cod=83>. Acesso em: 16 de mar. 2012.

CANO, Wilson. Raízes da Concentração Industrial em São Paulo. 5ª. ed. V. 1. Campinas: IE-Unicamp, 2007.

CÁNOVAS, Marília D. K. Espanhóis na Santos da bèlle époque: o espaço expressão da contradição. Resultados preliminares de uma pesquisa. Maracanã, Programa de Pós-graduação em História, IFCH/UERJ, v. VI, n. 6, jan/dez. 2010, p. 97-122.

CARVALHO, Beth C. de. Os imigrantes. A Tribuna, 12 de junho 1982. Disponível em: <http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0150.htm>. Acesso em: 04 mar. 2013.

FAUSTO, Boris (org.). História geral da civilização brasileira. Tomo III. Brasil República. São Paulo: Difel, 1977.

______. Fazer a América: a imigração em massa para a América Latina. São Paulo: Edusp, 1999.

FIBGE. FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1872. Rio de Janeiro: Officina da Estatistica, 1872.

______. Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1900. Rio de Janeiro: Officina da Estatistica, 1900. Disponível em: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/4/browse?value=Censo+demogr%C3%A1fico%2C+Brasil%2C+1900&type=subject. Acesso em: 10 out. 2012.

______. Recenseamento Geral do Brasil. Série Nacional. 1920. IBGE, Brasil.

FIRVEDA, Jurema N. Società Italiana di Santos: 1897-1990. Monografia (Pós-Graduação Lato Sensu em História) – Universidade Católica de Santos, Santos, 1990.

FRUTUOSO, Maria S. G. Imigração portuguesa e sua influência no Brasil: o caso de Santos -1850 a 1950. 162f. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.

________. A presença portuguesa no comércio de Santos. In: MATOS, Maria Izilda; SOUSA, Fernando de; HECKER, Alexandre (Org). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru: EDUSC, 2008.

GONÇALVES, Alcindo. Desenvolvimento econômico da Baixada Santista. Santos: Leopoldianum, 2006.

HANDA, Tomoo. Imigrante japonês: História de sua vida no Brasil. São Paulo: T A Queiroz, 1987. (Coleção Coroa Vermelha Estudos Brasileiros).

HOBSBAWM, Eric. A era do capital: 1848-1875. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

HOLLOWAY, Thomas. Imigrantes para o café: café e sociedade em São Paulo, 1886-1934. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

KIDDER, Daniel P. Reminiscências de viagens e permanência no Brasil. São Paulo: EDUSP, 1972.

LAMBERG, Maurício. O Brazil. Illustrado com Gravuras. Rio de Janeiro: Lombaerts/Typographia Nunes, 1896.

LANNA, Ana L. D. Uma cidade na transição: Santos, 1870/1913. São Paulo: HUCITEC, 1996.

LASCANE, José. Blog, 2015. Disponível em: http://www.lascane.com.br/homenagem.html. Acesso em: 10 jan. 2015.

LICHTI, Fernando M. Polianteia santista. Vol. 3. São Vicente: Editora Caudex, 1996.

LISBOA, Wellington T. Santos, em duas viradas de século (do século 19 ao século 20 e do século 20 ao século 21): dinâmicas de configuração social do território de migrações internacionais. 283f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2015.

______. A comunicação como elemento articulador na construção dos territórios e das identidades: o caso das associações de imigrantes em Santos/SP. Anais do 40º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Intercom, Curitiba, 2017. Disponível em: http://portalintercom.org.br/anais/nacional2017/resumos/R12-3013-1.pdf. Acesso em: 10 maio 2018.

MARTINEZ, Elda E. G. O Brasil como país de destino para os imigrantes espanhóis. In: FAUSTO, Boris (org.). Fazer a América. São Paulo: EDUSP, 1999. p. 239-271.

MATOS, Maria I. S. de. História, memória e cotidiano privado. O feminino e o masculino no porto do café (1890-1930). In: PEREIRA, Maria Ap. F. (org.). Santos - Café & História. Santos: Leopoldianum, 1995.

MONDIN, Leda. Prosperidade e decadência, as duas faces do Valongo. 1983. Disponível em: http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0100b32.htm. Acesso em: 04 fev. 2014.

MULLER, Daniel P. Ensaio d’um quadro estatístico da provincia de S. Paulo: ordenado pelas leis provinciaes de 11 de abril de 1836 e 10 de março de 1837. Reedição litteral. São Paulo: secção de obras d’ “O Estado de S. Paulo, 1923.

OHNO, Masao. Centenário da imigração japonesa no Brasil. São Paulo: Larousse, 2008.

PAGEL, Geovana. A forte presença árabe em Santos. In: AGÊNCIA DE NOTÍCIAS ÁRABE-BRASIL, 2010. Disponível em: http://www.anba.com.br/noticia_servicos.kmf?cod=11180838. Acesso em: 08 fev. 2015.

PEREIRA, Maria Ap. F. O Comissário do Café no Porto de Santos (1870-1920). Dissertação. (Mestrado em História Econômica) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 1980.

_______. Portugueses no alto comércio santista no início da República Velha. In: MATOS, Maria I.; SOUSA, Fernando de; HECKER, Alexandre (Org). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru: EDUSC, 2008.

PESAVENTO, Sandra. Cidades Visíveis, Cidades Possíveis, Cidades Imaginadas. Revista Brasileira de História, v. 27, São Paulo, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-01882007000100002&script=sci_arttext Acesso em: 07 jul. 2015.

PETRONE, Maria T. S. Imigração. In: FAUSTO, Boris (org.). História Geral da Civilização Brasileira. O Brasil Republicano. Sociedade e Instituições (1889-1930). Tomo III. Vol. 2. 4ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

PORTA, Eliane V. Imigrantes espanhóis em Santos, 1880-1920. 211f. Tese (Doutorado em História Econômica) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

PRADO JÚNIOR, Caio. A cidade de São Paulo: geografia e história. São Paulo: Brasiliense, 1989.

RAGO, Margareth. Os prazeres da noite: prostituição e códigos de sexualidade feminina em São Paulo. 1ª ed. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1991.

RAMOS, Márcia C. de S. A imigração italiana em Santos: 1888-1940. Monografia (Pós-graduação Lato Sensu em História) – Universidade Católica de Santos, Santos, 1990.

RODRIGUES, Olao. Cartilha da História de Santos. Santos: Gráfica da Prodesan, 1980.

SAKURAI, Celia. Imigração japonesa para o Brasil: um exemplo de imigração tutelada. In: FAUSTO, Boris. Fazer a América: a imigração em massa para a América Latina. São Paulo: EDUSP, 1999.

SANTOS, Francisco M. dos; LICHTI, Fernando M. História de Santos: Poliantéia Santista. 2ª ed. São Vicente: Caudex, 1986.

SANTOS. Prefeitura Municipal. Recenseamento da cidade e município de Santos em 31 de Dezembro de 1913. 1914. Disponível em: <http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0296a01.htm>. Acesso em: 20 set. 2014.

SERRANO, Fábio. Aspectos da arquitetura de Santos no ciclo do café. In: PEREIRA, Maria Ap. F. (org.). Santos - Café & História. Santos: Leopoldianum, 1995. p. 107-119.

SOCIEDADE Beneficente Síria. A Tribuna, 1929. Disponível em: http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0260u.htm. Acesso em: 10 fev. 2015.

TRUZZI, Oswaldo M. S. Patrícios: sírios e libaneses em São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1997.

Downloads

Publicado

28-12-2020

Como Citar

LISBOA, W. T. As faces da cidade: migrações históricas no município de Santos/SP. Tempos Históricos, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 166–198, 2020. DOI: 10.36449/rth.v24i2.25114. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/25114. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático