Passa(n)do em Revista Polytechica: na trilha das mulas... os (des)caminhos da modernidade paulista

Autores

  • Nelson Aprobato Filho

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v13i2.4359

Palavras-chave:

Tecnologia, São Paulo, Ruralismo, Modernidade, Escola Politécnica de São Paulo

Resumo


Neste artigo procura-se compreender e interpretar o processo de implantação e imposição para o país de um modelo tecnológico paulista, através principalmente da análise de artigos publicados, no início do século XX, pela Revista Politécnica da Escola Politécnica de São Paulo. O Brasil, para os engenheiros que participaram da revista, era visto como um campo vasto, selvagem e lucrativo. Para eles, tudo estava em latência ou atraso aguardando a força da tecnologia para alcançar o progresso. Consequentemente, os únicos capacitados para assumir semelhante empreitada seriam os engenheiros e a "modernidade" paulista. Contudo, inúmeros elementos rurais e coloniais existentes em todo o Brasil, inclusive em São Paulo, muitas vezes mostravam-se mais fortes do que as modernas tecnologias.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

FILHO, N. A. Passa(n)do em Revista Polytechica: na trilha das mulas... os (des)caminhos da modernidade paulista. Tempos Históricos, [S. l.], v. 13, n. 2, p. p.139–168, 2000. DOI: 10.36449/rth.v13i2.4359. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/4359. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Ciências, Tecnologias, Sociedades