Debates ambientais e a constituição do Parque Nacional do Iguaçu

Autores

  • Rudy Nick Vencatto

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v13i2.4360

Palavras-chave:

Natureza, Cultura, Desapropriação, Silêncio, Memórias

Resumo


Este artigo tem como objetivo trazer algumas discussıes acerca dos debates ambientais no Brasil no início do século XX e a partir disso, problematizar o processo autoritário de desapropriação de agricultores  "colonos" ocorrido na década de 1970, para a formação do Parque Nacional do Iguaçu - PNI, silenciado pela memória oficial, mas reivindicado na memória daqueles que viveram este processo. Neste sentido, procura-se realizar uma reflexão teórica buscando compreender a construção do ideal de cultura e natureza como coisas separadas, um ideal de natureza selvagem, mitificada e intocada
que perdura nas justificativas para os projetos ambientais dos dias de hoje.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

VENCATTO, R. N. Debates ambientais e a constituição do Parque Nacional do Iguaçu. Tempos Históricos, [S. l.], v. 13, n. 2, p. p.171–191, 2000. DOI: 10.36449/rth.v13i2.4360. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/4360. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Relato de pesquisa do programa de pós-graduação em História