Via de “mão dupla” na ontologia dos movimentos sociais

Autores

  • Caio Graco Valle Cobério

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v14i1.5165

Palavras-chave:

movimentos sociais, trabalho, Marxismo, Estruturalismo

Resumo


Os movimentos sociais surgiram ao longo do século XX por razões históricas que se caracterizaram por várias transformações nas relações econômicas e de poder, levando a uma nova forma de organização dos setores da sociedade em torno de interesses bem mais específicos. Nas teorias de interpretação sócio-histórica desses movimentos, coexistem as novas realidades com os novos modelos de leitura dessas realidades, gerando perspectivas díspares para o entendimento. Para compreender a ambos, traça-se uma abordagem ontológica e conceitual dos movimentos sociais, identificando que tanto as mudanças da realidade histórica quanto dos paradigmas das teorias que as interpretam conduzem a resultados contrários.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

COBÉRIO, C. G. V. Via de “mão dupla” na ontologia dos movimentos sociais. Tempos Históricos, [S. l.], v. 14, n. 1, p. p.157–171, 2000. DOI: 10.36449/rth.v14i1.5165. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/5165. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Trabalho e Movimentos Sociais