Uberlândia, cidade em disputa: Relações classistas em fins do século XX e início do século XXI

Autores

  • Carlos Meneses de Sousa Santos

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v14i1.5166

Palavras-chave:

relações classistas, movimentação social, cidade, trabalhadores

Resumo


Busquei, neste trabalho, reunir, a partir das lutas de trabalhadores pelo acesso ao atendimento médico no serviço público, questões que tratam da condição de dominação de classe enquanto uma relação classista. Empenhei-me em discutir o modo como a desigualdade deixa marcas, mas que não anula a potência dos trabalhadores, que não retira a consciência que possuem sobre a vida que levam. Ao mesmo tempo, também pretendi evidenciar que suas ações apontam um processo aberto de confrontação de interesses e valores ao se disputar a cidade. Este artigo compõe o interesse em se pensar o que significa ser trabalhador na cidade de Uberlândia, no final do século XX e início do século XXI.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

SANTOS, C. M. de S. Uberlândia, cidade em disputa: Relações classistas em fins do século XX e início do século XXI. Tempos Históricos, [S. l.], v. 14, n. 1, p. p.172–197, 2000. DOI: 10.36449/rth.v14i1.5166. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/5166. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Trabalho e Movimentos Sociais