PAISAGEM ALIADA, PAISAGEM INIMIGA: ARQUEOLOGIA, HISTÓRIA E NATUREZA NA GUERRA DO CONTESTADO

Autores

  • Jaisson Teixeira Lino
  • Elisana Reis da Silva

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v15i2.7204

Palavras-chave:

Guerra do Contestado, Arqueologia da Paisagem, Natureza,

Resumo


 

O artigo procura descrever aspectos da paisagem do meio oeste catarinense no período em que aconteceu a Guerra do Contestado (1912-1916). Por meio do uso de fontes bibliográficas, principalmente de obras escritas por militares que efetivamente participaram do conflito bélico, analisou-se o papel ativo que o meio físico protagonizou para ambos os lados, salientando-se as dificuldades das tropas militares em dominar a paisagem hostil, e o uso intenso da natureza por parte dos sertanejos em prol de suas táticas guerreiras.

Downloads

Publicado

08-11-2012

Como Citar

LINO, J. T.; SILVA, E. R. da. PAISAGEM ALIADA, PAISAGEM INIMIGA: ARQUEOLOGIA, HISTÓRIA E NATUREZA NA GUERRA DO CONTESTADO. Tempos Históricos, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 179–204, 2012. DOI: 10.36449/rth.v15i2.7204. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/7204. Acesso em: 23 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático