NELSON ROCKEFELLER, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA INTERNACIONAL (AIA) E A IDEOLOGIA DA MODERNIZAÇÃO EM BUSCA DE NOVAS FRONTEIRAS (1946-1961)

Autores

  • Claiton Marcio da Silva

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v17i1.8945

Palavras-chave:

Modernização, Nelson Rockefeller, AIA, Estados Unidos, América Latina

Resumo


Historiadores como Michael Latham e Nils Gilman compreendem o final da década de 1950 e o início da década de 1960 como o melhor ponto de entendimento da ideologia da modernização, marcada principalmente pela ascensão das teorias doeconomista norte-americano Walt Whitman Rostow e incluída na agenda da administração do Presidente John Fitzgerald Kennedy (1961-1963). No entanto, os dois estudiosos indicam que o momento posterior ao final da Segunda Guerra Mundial também já indicava o surgimento de propostas modernizadoras. Desta forma, aproximaremos a atuação da AIA com o contexto da ideologia da modernização e a “intrínseca” vontade de transformar o mundo à imagem e semelhança dos EstadosUnidos. Este trabalho procura explorar esta ideologia como uma forma diferente de intervenção norte-americana sobre a América Latina e outros continentes, utilizando-se de instrumentos como a assistência técnica e financeira para manutenção de relações de dominação política, econômica e cultural.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

DA SILVA, C. M. NELSON ROCKEFELLER, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA INTERNACIONAL (AIA) E A IDEOLOGIA DA MODERNIZAÇÃO EM BUSCA DE NOVAS FRONTEIRAS (1946-1961). Tempos Históricos, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 171–184, 2000. DOI: 10.36449/rth.v17i1.8945. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/8945. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos