CIDADES MÉDIAS E GESTÃO TERRITORIAL: ANÁLISE DOS FLUXOS DE GESTÃO PÚBLICA E PRIVADA NA REGIÃO DOS VALES – RS

Rogério Leandro Lima Silveira, Grazielle Betina Brandt, Rosi C. Espindola da Silveira, Carolina Rezende Faccin, Nicolas Billig de Giacometti

Resumo

Aborda-se a centralidade e a capacidade de gestão territorial das cidades médias de Santa Cruz do Sul e Lajeado em suas regiões de influência, utilizando como recorte de estudo a Região dos Vales-RS. Revisa-se os conceitos de cidade média e gestão territorial e analisa-se os fluxos de gestão pública e de gestão empresarial, bem como seus reflexos na dinâmica da rede urbana e no processo de desenvolvimento regional. Na análise, utilizou-se os dados secundários do Censo Demográfico (2000 e 2010) e dos estudos REGIC (2007) e Gestão do Território (2014), levantados pelo IBGE, e referentes as formas com que o Estado e o Mercado organizam o espaço regional. O conjunto de fluxos de gestão pública e empresarial, que alcança e se desenvolve no território regional, tem contribuído para aprofundar a urbanização, complexificar as funções urbanas, ampliar a centralidade e o papel de comando dessas cidades médias na região.

Palavras-chave

Cidades Médias; Gestão Territorial, Rede Urbana

Texto completo:

PDF