Contratos no agronegócio: o caso de Cascavel-Paraná

Sérgio Luiz Kuhn, Weimar Freire da Rocha Jr, Jefferson Andronio Ramundo Staduto

Resumo


Esse artigo visa a analisar os contratos firmados entre as operações realizadas por empresas do agronegócio no município de Cascavel, Paraná, e seus clientes, produtores rurais e pessoas jurídicas, em suas diversas modalidades. O estudo envolveu a caracterização das empresas atuantes no segmento e as diversas modalidades de contratos firmados: a sua duração, as garantias, os fatores determinantes e comprometedores, os motivos de renegociação dos contratos, dentre outros. Procurou-se mostrar as práticas do mercado, apontar os resultados, fundamentando-se em padrões de concorrência e compromissos assumidos, com salvaguardas contratuais. Os resultados apontam que produtores e empresas não estão preparados para atuarem no mercado a termo e futuro, pois, face à elevação e ou à queda acentuada dos preços, ocorre a quebra de contratos e os conseqüentes reflexos nos volumes de transações no mercado. Percebeu-se também o crescente e diversificado nível de exigências das garantias, buscando liquidez, certeza e exigibilidade nas operações contratadas.

Palavras-chave


Contratos, commodities, transações

Texto completo:

PDF


INFORME GEPEC


e-ISSN: 1679-415X — ISSN: 1676-0670 (descontinuado em 2010)

Unioeste
Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Informe Gepec- PGDRA
Rua da Faculdade, 645
Jardim La Salle - Toledo - Paraná
85903-000

[
revista.gepec@gmail.com ]