Plantas Ornamentais para Paisagismo: Estudo de Caso em Municípios do Rio Grande do Sul – Brasil

Anelise Kern Lange, Silvio Cezar Arend

Resumo

A necessidade de assegurar o desenvolvimento do meio rural, principalmente no que diz respeito à agricultura familiar, bem como a necessidade de pensar estratégias com este objetivo torna-se evidente diante da observação da situação do campo. O predomínio da monocultura em diversas regiões acarreta a necessidade de se pensar alternativas viáveis focalizando a diversificação de culturas pelos agricultores familiares. Uma alternativa consiste na produção de plantas ornamentais para paisagismo, ou seja, plantas para jardim. Esta alternativa foi estudada devido ao Estado do Rio Grande do Sul destacar-se como centro consumidor do país de tais plantas, no entanto a produção local não atende a toda a demanda do estado. Partindo de um estudo de caso de um pólo produtor já consolidado, o pólo da região em torno do município de São Sebastião do Caí, observaram-se os prós e contras do cultivo e constatou-se ser uma atividade viável de ser implantada por agricultores familiares que desejam substituir ou diversificar sua produção.

Palavras-chave

plantas ornamentais para paisagismo; agricultura familiar; desenvolvimento regional; desenvolvimento rural

Texto completo:

PDF