Estratégia de Sucessão Geracional na Agricultura Familiar: O Caso do Condomínio Pizzolatto.

Norma Kiyota, Miguel Angelo Perondi, José Antonio Nunes Vieria

Resumo

Este é um estudo acerca das estratégias de sucessão geracional na agricultura familiar. O objetivo é caracterizar a existência do processo de sucessão familiar na organização/formação para o trabalho agrícola, no foco dos investimentos produtivos, na trajetória escolar dos filhos e na vida social das famílias. Para tanto, este estudo realiza uma análise do discurso entre jovens e adultos sobre aspectos da vida e trabalho das famílias rurais que formam o Condomínio Pizzolatto no município de Saudades do Iguaçu (PR). O estudo confirma uma confluência entre as questões de “terra (patrimônio), trabalho e família” com o processo de sucessão, bem como, que essa sucessão somente se estabelece a partir de um projeto conjunto entre pais e filhos num contexto de mercantilização e, que existe a necessidade de se capacitar os filhos para a realização dos projetos. Assim, considerando as mudanças que naturalmente ocorrem num processo de sucessão familiar, bem como, que a sucessão é uma definição essencialmente da família, permeado pelas preferências pessoais, torna-se evidente a necessidade de considerar, cada vez mais, os projetos individuais dos filhos na estratégia de reprodução social da agricultura familiar.

Palavras-chave

Desenvolvimento Rural

Texto completo:

PDF