Migração: Diferenciais Por Renda E Políticas Públicas De Transferência De Renda

Julia Modesto Pinheiro Dias Pereira

Resumo


Diante da crescente importância que os programas de transferência de renda vêm apresentando nos últimos anos, cabe perguntar. Será que eles têm gerado influência em áreas que não eram pretendidas? Pensando que os fluxos migratórios diferenciam-se conforme a realidade sócio-econômica e que devido às desigualdades regionais as pessoas se locomovem em busca de melhorar as condições de vida, faz sentido pensar que os programas que visam melhorar a condição de vida da população e por consequência amenizar tais desigualdades, podem acabar por influenciar a migração? Assim esse texto buscará indícios de que programas de transferência de renda podem estar influenciando na dinâmica migratória. Por intermédio de análises descritivas avaliou-se a importância dos programas para a economia, o Índice de Eficácia Migratória (IEM) segundo porte populacional e estrato de renda domiciliar per capita e por último, analisou-se também o peso das transferências de renda domiciliar conforme o status migratório dos chefes de domicílio. Para tal estudo foi eleito como estudo de caso o estado da Bahia.


Palavras-chave


Programas de transferência de renda; Migração; Bahia

Texto completo:

PDF


INFORME GEPEC


e-ISSN: 1679-415X — ISSN: 1676-0670 (descontinuado em 2010)

Unioeste
Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Informe Gepec- PGDRA
Rua da Faculdade, 645
Jardim La Salle - Toledo - Paraná
85903-000

[
revista.gepec@gmail.com ]