Avaliação da modernização da produção agrícola nas microrregiões do Nordeste brasileiro: classificação e agrupamento de indicadores

Glaucia de Almeida Padrão, Edson Santos Melo, João Eustáquio de Lima

Resumo

O processo de modernização da agricultura brasileira começou em meados dos anos 1960. No entanto, esse processo ocorreu de forma diferente nas regiões do país, sendo marcado por profunda transformação da região Centro-Sul, à qual foi destinada a maior parte do crédito agrícola por se dedicar as principais commodities que compõem a produção o setor agroexportador, e devido à concentração de subsistência e baixo valor adicionado da agricultura nas regiões Norte e Nordeste. Neste contexto, este estudo teve como objetivo verificar qual é o nível de modernização da agricultura nas microrregiões do Nordeste. Para tanto, selecionou-se 21 variáveis para analisar a modernização da agricultura nas 188 microrregiões do Nordeste e realizou-se uma análise fatorial e de cluster. Em termos gerais, os resultados indicaram uma grande homogeneidade da região, caracterizada por uma baixa intensidade tecnológica, chamando a atenção para a necessidade de formulação de políticas que intensifiquem a formulação de programas de incentivo ao desenvolvimento agrícola, a formação de capital humano, o uso de tecnologia de produção, a criação e melhor utilização do crédito rural, a fim de incorporar definitivamente o Nordeste para a produção nacional.

Palavras-chave

Modernização; Agricultura; Análise fatorial; Desenvolvimento Regional.

Texto completo:

PDF