Patologia de sementes de Ocimum basilicum

Hugo Franciscon, José Renato Stangarlin, Rafael Massahiro Yassue, Diandra Achre, Vanessa Aline Egewarth, Marta Inês Ferreira da Cruz

Resumo

O manjericão, Ocimum basilicum, é uma planta arbustiva utilizada para fins medicinais e culinários devido a propriedades antibióticas e aromáticas. Houve um aumento no consumo de manjericão devido à procura de alimentos mais saudáveis e pelo interesse na culinária mediterrânea, de modo a elevar a demanda e, consequentemente, a produção. Com a intensificação do cultivo houve aumento na incidência e severidade de doenças na cultura, em especial as doenças fúngicas. Uma dessas doenças é a antracnose, enfermidade causada pelo patógeno Colletotrichum gloeosporioides L., que acomete a parte aérea e tem causado grandes danos econômicos à cultura do manjericão. Com o objetivo de avaliar a importância das sementes como fontes de inóculo da antracnose na cultura do manjericão, foram realizados testes de patologia de sementes em quatro variedades de manjericão, por meio da avaliação do crescimento de patógenos em 100 sementes distribuídas em papel filtro umedecido, seguido de congelamento. Os resultados indicaram a ausência de contaminações fúngicas e bacterianas nas sementes.

Palavras-chave

Colletotrichum gloeosporioides; fonte de inóculo; manjericão.

Texto completo:

PDF