Ecofisiologia do amendoim

Autores

  • Jayme Ferrari Neto
  • Claudio Hideo Martins da Costa
  • Gustavo Spadotti Amaral Castro

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v11i4.6033

Palavras-chave:

Arachys hypogaea L., fatores ecológicos, fenologia

Resumo


O amendoim é a quarta oleaginosa mais cultivada no mundo.  Cultivada em regiões tropicais na ampla faixa de latitude compreendida entre 30° N e S e em países temperados como nos Estados Unidos. As necessidades climáticas variam em função da fase de desenvolvimento da cultura. As plantas apresentam hábito indeterminado de crescimento, ocorrendo concomitantemente desenvolvimento vegetativo e reprodutivo. A partir do florescimento a demanda nutricional e por condições ambientais favoráveis é elevada, pois muitos eventos estão ocorrendo na planta, tais como: produção de folhas, flores, raízes, ginóforos, penetração dos ginóforos no solo e o desenvolvimento das vagens. Deve-se buscar atender as necessidades durante o ciclo da cultura, tanto as climáticas quanto as nutricionais. Contudo, a partir do início florescimento, a cultura do amendoim apresenta elevada demanda nutricional, e para alcançar elevadas produtividades é necessário que as condições ambientais, o fornecimento de nutrientes e o manejo sejam adequados. A planta não sofre influência do fotoperíodo e a luz não é fator limitante. Um dos fatores primordiais para que as necessidades climáticas da planta sejam atendidas durante o ciclo é a época de semeadura.

Downloads

Publicado

04-03-2013

Como Citar

FERRARI NETO, J.; COSTA, C. H. M. da; CASTRO, G. S. A. Ecofisiologia do amendoim. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 11, n. 4, p. 01–13, 2013. DOI: 10.18188/sap.v11i4.6033. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/6033. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Revisões Bibliográficas