Controle alternativo sobre Meloidogyne incognita em soja

Marlon Henrique Hahn, Odair José Kuhn, José Renato Stangarlin, Edilaine Della Valentina Gonçalves, Marta Inês Ferreira da Cruz, Nicanor Pilarski Henkemeier, Omari Dangelo Forlin Dildey

Resumo


O controle alternativo oferece uma opção ambientalmente segura e ecologicamente viável no manejo de fitopatógenos. Considerando a grande importância dos nematoides na cultura da soja, objetivou se avaliar a eficácia de fungos nematófagos no controle de Meloidogyne incognita nesta cultura. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por Pochonia chlamydosporia, Paecilomyces lilacinus, Coprinus comatus, mistura de P. chlamydosporia e P. lilacinus, além de plantas testemunhas inoculadas com M. incognita e sem tratamento. Foram avaliados o número de ovos e de juvenis de segundo estádio (J2) no solo e nas raízes, o número de galhas e o fator de reprodução (FR). Não se observou diferença entre os tratamentos para ovos e J2 no solo e nas raízes, galhas e FR. O tratamento com P. chlamydosporia reduziu o número de J2 por grama de raiz. Assim, é possível concluir que o isolado de P. chlamydosporia tem potencial para controle de M. incognita em soja.

Palavras-chave


Glycine max; nematoide de galhas; fungos nematófagos; Pochonia chlamydosporia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18188/sap.v14i0.13317

Incluir comentário

Revista Scientia Agraria Paranaensis

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

ISSN: 1983-1471 - (versão eletrônica)

Centro de Ciências Agrárias

Rua Pernambuco 1777 — Caixa Posta 91

CEP 85960-000 Marechal Cândido Rondon — Paraná — Brasil

E-mail: revista.sap@unioeste.br

Fone: (45) 3284 7901