Redução no tombamento de Fusarium sp. em plântulas de beterraba, pelo tratamento das sementes com óleo essencial de Aloysia citriodora Palau

Álvaro Rodrigo Freddo, Sérgio Miguel Mazaro, Maristela dos Santos Rey Borin, Cleverson Busso, Flávio Endrigo Cechin, Ivan Carlos Zorzzi, Nean Locatelli Dalacosta, Adriano Lewandowski

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo principal, avaliar o potencial do uso do óleo essencial de Aloysia citriodora na indução de resistência em plântulas de beterraba ao tombamento causado por Fusarium sp. O trabalho foi realizado por meio do tratamento das sementes com concentrações (0,0625%; 0,125% e 0,25%) do óleo essencial de A. citriodora em água destilada mais espalhante adesivo Tween 80® (0,5%) e o tratamento testemunha (água destilada mais espalhante adesivo Tween 80® a 0,5%). As sementes, após tratadas com o óleo essencial, foram semeadas em substrato inoculado com Fusarium sp. Avaliou-se após 14 dias de implantação do experimento: a porcentagem de emergência aos 4 e 14 dias; a incidência de tombamentos de plântulas de pós-emergência; a massa verde; o comprimento de plântulas e análises bioquímicas dos tecidos vegetais (teor de proteínas totais, atividade enzimática de peroxidases, fenilalanina amônia-liase, β-1,3-glucanases e quitinases). Os resultados obtidos permitiram concluir que o óleo essencial desta planta aplicado nas sementes, diminuiu o tombamento causado por Fusarium sp. e induziu mecanismos bioquímicos de resistência, pelo aumento da atividade enzimática de peroxidases.

Palavras-chave

Beta vulgaris L.; fitopatologia; plantas medicinais; Verbenaceae.

Texto completo:

PDF