Efeitos da saturação hídrica, idade e volume radicular no crescimento inicial de quatro espécies florestais

E.L. N. Casimiro, Ubirajara C. Malavasi, M. M. Malavasi

Resumo


O estudo comparou o crescimento de mudas de Cordia ecalyculata, Colubrina glandulosa, Cortón urucurana, e Hovenia dulcis submetidas a saturação hídrica por 60 dias. As semeaduras forma executadas de modo a obter mudas das quatro espécies com idades de 120, 150 e 180 dias que pudessem ser submetidas concomitantemente à saturação hídrica. Mudas de sobrasil expressaram o maior incremento em diâmetro. Os maiores incrementos em altura foram qualificados com mudas de uva-do-japão (19,74 cm) e sanga-d´água (20,02 cm) sob condição de redução da massa seca da raiz enquanto que mudas de sanga-d´água e uva-japonesa apresentaram acréscimos. Mudas de tubetes com 300 cm3 apresentaram maior acúmulo de massa seca de folhas do que as de tubetes com 180 cm cúbicos.


Palavras-chave


Restrição radicular; encharcamento; tamanho tubete

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18188/sap.v5i2.2022

Revista Scientia Agraria Paranaensis

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

ISSN: 1983-1471 - (versão eletrônica)

Centro de Ciências Agrárias

Rua Pernambuco 1777 — Caixa Posta 91

CEP 85960-000 Marechal Cândido Rondon — Paraná — Brasil

E-mail: revista.sap@unioeste.br

Fone: (45) 3284 7901