Caracterização silvicultural da canafístula (Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert)

Iris Cristina Bertolini, Eleandro José Brun, Aline Bernarda Debastiani

Resumo


Este trabalho objetivou sistematizar informações sobre a silvicultura da canafístula (Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert), uma das espécies madeireiras nativas mais importantes do Brasil. A canafístula é encontrada desde a Bahia até o Rio Grande do Sul, e tem grande utilização e aceitação de seus produtos e subprodutos, em função da qualidade da madeira, moderadamente pesada, dura e de longa durabilidade, de alto valor comercial e potencial no mercado madeireiro brasileiro. Pode ser utilizada na indústria de móveis, curtumes de couro, construção civil, indústria de papel, arborização urbana, recuperação de áreas degradadas, produção de lenha e energia. Por isso, é importante conhecer o comportamento da espécie quanto às técnicas silviculturais que devem ser aplicadas na produção de mudas, implantação e condução da floresta, manejo dos plantios, controle de pragas, entre outros, para que se possa maximizar a produção e disponibilizar informações capazes de ampliar os plantios florestais da espécie.

Palavras-chave


espécie nativa; silvicultura; germinação; exigência nutricional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18188/sap.v14i2.9842

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários
 |  Incluir comentário

Revista Scientia Agraria Paranaensis

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

ISSN: 1983-1471 - (versão eletrônica)

Centro de Ciências Agrárias

Rua Pernambuco 1777 — Caixa Posta 91

CEP 85960-000 Marechal Cândido Rondon — Paraná — Brasil

E-mail: revista.sap@unioeste.br

Fone: (45) 3284 7901