OS TRABALHADORES NO FRIGORÍFICO ANGLO DE PELOTAS NO ACERVO DA DELEGACIA REGIONAL DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA, MEMÓRIA E FOTOGRAFIA

Aristeu Elisandro Machado LOPES, Mônica Renata SCHMIDT

Resumo


Uma das principais indústrias que se desenvolveu nas primeiras décadas do século XX no Rio Grande do Sul foi aquela direcionada à carne processada. Frigoríficos se instalaram em cidades no interior do estado e, entre elas, Pelotas recebeu uma filial do Frigorífico Anglo. A proposta deste artigo é abordar uma parte da história e da memória dos trabalhadores durante as obras de readequação do prédio do frigorífico a partir da análise das informações que se encontram nos dados do Acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul. A DRT/RS faz parte das políticas direcionadas aos trabalhadores na década de 1930 e era o órgão responsável pela confecção das carteiras profissionais. Dessa forma, almeja-se abordar não apenas as informações, mas também as fotografias 3x4 fornecidas no momento da solicitação do novo documento.


Palavras-chave


Fotografia; Frigorífico Anglo de Pelotas; Trabalho; memória

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Tempos Históricos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |