Impacto socioeconômico do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar-PRONAF no Estado do Paraná (2000-2006)

Autores

  • Luciano Ribeiro Bueno
  • Renato Alves Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v19i1.11578

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar o impacto sócio econômico nos 30 municípios que mais contrataram crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) no estado do Paraná nos anos 2000 e 2006. Utilizou-se o método de regressão linear simples e correlações entre as variáveis selecionadas nas dimensões produtiva, social e tributária. Verificou-se que o programa teve expansão tanto em nível de recursos quanto de contratos no estado do Paraná. Ademais, percentual destinado de recursos e contratos ao estado foi maior, comparado aos municípios que mais contrataram crédito, ou seja, ocorreu um desconcentração de recursos. Na análise produtiva verificou-se que o programa teve maior impacto. Já em relação às dimensões sociais e tributárias observou-se impacto com menor intensidade.

Downloads

Publicado

05-09-2015

Como Citar

BUENO, L. R.; OLIVEIRA, R. A. Impacto socioeconômico do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar-PRONAF no Estado do Paraná (2000-2006). Informe GEPEC, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 20–37, 2015. DOI: 10.48075/igepec.v19i1.11578. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/11578. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos