Existe desindustrialização no Estado do Paraná? um teste empírico para o período de 1996 a 2012

Autores

  • William Barbosa
  • Alex Sander Souza do Carmo
  • Augusta Pelinski Raiher

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v19i1.11761

Palavras-chave:

Desindustrialização, Paraná, Dados em Painel, Desenvolvimento Regional

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar se existe, ou não, um processo de desindustrialização no Estado do Paraná, considerando as suas microrregiões. O período de análise foi o de 1996 a 2012. Para isso, analisaram-se a evolução da participação do emprego industrial, do valor adicionado fiscal da indústria, bem como a composição da pauta exportadora de cada microrregião, findando com a elaboração de estimativas econométricas (dados em painel). Como corolário, observou-se uma diminuição da participação da indústria na atividade econômica em algumas microrregiões do estado, com uma mudança no padrão de especialização voltado especialmente para a exportações de bens com pouco valor agregado. Contudo, por meio das estimativas econométricas, não se pode afirmar a ocorrência de um processo de desindustrialização no Estado do Paraná. 

Downloads

Publicado

05-09-2015

Como Citar

BARBOSA, W.; SOUZA DO CARMO, A. S.; RAIHER, A. P. Existe desindustrialização no Estado do Paraná? um teste empírico para o período de 1996 a 2012. Informe GEPEC, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 55–79, 2015. DOI: 10.48075/igepec.v19i1.11761. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/11761. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos