CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E MECÂNICA DE TIJOLOS DE SOLO-CIMENTO COM INCORPORAÇÃO DE RESÍDUOS DIVERSOS

Autores

  • José Eduardo Gonçalves Mestrado em Tecnologias Limpas - PPGTL, Centro Universitário de Maringá - Unicesumar, Maringá - Pr Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação - ICETI, Maringá - Pr
  • Rebecca Manesco Paixão Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá - Paraná, Brasil
  • Judson Ricardo Ribeiro da Silva Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá - Paraná, Brasil
  • Newton Cesar Feltrim Aquotti Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas/ Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá – Paraná, Brasil
  • Paulo Sérgio da Silva Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas/ Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá – Paraná, Brasil
  • Maria de los Angeles Perez Lizama Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas/ Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá – Paraná, Brasil Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação – ICETI/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá - Paraná, Brasil
  • Márcia Aparecida Andreazzi Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas/ Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá – Paraná, Brasil Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação – ICETI/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá - Paraná, Brasil
  • Armando Alberto de Moraes Filho Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas/ Centro Universitário de Maringá/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá – Paraná, Brasil Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação – ICETI/ Av. Guedner, 1610, 87.050-390, Maringá - Paraná, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v21i2.17559

Palavras-chave:

Materiais de construção civil, Resíduos da Indústria de Álcool e Açúcar, Resíduos da indústria de Mobiliário, Tecnologia Limpa, Desenvolvimento Urbano.

Resumo


O aproveitamento de resíduos da indústria na fabricação de tijolos de solo-cimento é uma alternativa ambientalmente sustentável e possibilita a valorização destes resíduos, em vez de simplesmente lançá-los na natureza. Neste trabalho, analisou-se a influência da incorporação de cinza de bagaço de cana, pó de serra e PET nas características físicas e mecânicas de tijolos de solo-cimento. Os resultados obtidos mostraram que a incorporação dos resíduos (cinza de bagaço de cana e pó de serra) ao tijolo de solo-cimento manteve as propriedades mecânicas gerais, possibilitando a produção de tijolos prensados mais eficiente na relação custo-benefício, constituindo-se, portanto, numa excelente alternativa para o aproveitamento destes materiais.

Biografia do Autor

José Eduardo Gonçalves, Mestrado em Tecnologias Limpas - PPGTL, Centro Universitário de Maringá - Unicesumar, Maringá - Pr Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação - ICETI, Maringá - Pr

Possui graduação em Química pela Universidade Estadual de Maringá (1992), mestrado em Química pela Universidade Estadual de Maringá (1995) e doutorado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Atualmente é professor do Centro Universitário de Maringá, membro do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde, membro do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas e bolsista Produtividade do ICETI - Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação desde setembro de 2011. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química Analítica e Biotecnologia, atuando principalmente nos seguintes temas: controle de qualidade, microorganismos imobilização, identificação de substâncias bioativas e cromatografia gasosa e espectrometria de massa.

Downloads

Publicado

26-02-2018

Como Citar

GONÇALVES, J. E.; PAIXÃO, R. M.; DA SILVA, J. R. R.; AQUOTTI, N. C. F.; DA SILVA, P. S.; LIZAMA, M. de los A. P.; ANDREAZZI, M. A.; MORAES FILHO, A. A. de. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E MECÂNICA DE TIJOLOS DE SOLO-CIMENTO COM INCORPORAÇÃO DE RESÍDUOS DIVERSOS. Informe GEPEC, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 182–196, 2018. DOI: 10.48075/igepec.v21i2.17559. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/17559. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos