ESTRUTURAS DE GOVERNANÇA NO SISTEMA AGROINDUSTRIAL LÁCTEO DO PARANÁ

Autores

  • Elisa Mirales Universidade Estadual de Maringá
  • José Paulo de Souza Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v21i2.17976

Palavras-chave:

Economia dos Custos de Transação, Economia dos Custos de Mensuração, Estruturas de Governança.

Resumo


O estudo se sustentou nas teorias da Economia dos Custos de Transação (ECT) e Economia dos Custos de Mensuração (ECM). O objetivo do trabalho consistiu em compreender a relação de compra e venda entre três produtores e um processador lácteo localizados na região Norte e Noroeste do Paraná, a partir da consideração dos atributos de transação, dimensões do ativo e do processo de mensuração na produção láctea. A pesquisa se caracterizou como qualitativa, classificada como um estudo de caso sobre a organização da atividade láctea dos agentes em questão em termos de estrutura de governança. Como resultado, identificou-se que a estrutura de governança adotada pelos agentes envolvidos na transação (contrato verbal) não é, de acordo com a ECT, a mais adequada para a relação em função da presença de ativos específicos. Porém, ao se levar em consideração a ECM, a mesma se torna viável, devido ao sistemático processo de mensuração existente.

Biografia do Autor

Elisa Mirales, Universidade Estadual de Maringá

Mestranda em Administração pela Universidade Estadual de Maringá.

José Paulo de Souza, Universidade Estadual de Maringá

Professor Dr. do Programa de Pós Graduação em Administração da Universidade Estadual de Maringá.

Downloads

Publicado

26-02-2018

Como Citar

MIRALES, E.; DE SOUZA, J. P. ESTRUTURAS DE GOVERNANÇA NO SISTEMA AGROINDUSTRIAL LÁCTEO DO PARANÁ. Informe GEPEC, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 147–163, 2018. DOI: 10.48075/igepec.v21i2.17976. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/17976. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos