A DINÂMICA DO SUBDESENVOLVIMENTO E A TENSÃO HÍDRICA NA BAHIA

Autores

  • Fernando Cardoso Pedrão Doutor e Docente Livre pela Universidade Federal da Bahia. Membro da Academia de Ciências da Bahia. Fundador do Centro de Estudos Sociais. E-mail: fernandopedrao@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-3933-2590

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v24i1.23762

Palavras-chave:

subdesenvolvimento, desenvolvimento regional, planejamento regional, economia regional

Resumo


Esse artigo retoma a polêmica do subdesenvolvimento econômico e usa como ilustração o caso dos recursos hídricos no Estado da Bahia, Brasil. O texto discute a dialética do desenvolvimento, as tendências conjunturais, o modelo de subdesenvolvimento e a necessidade do planejamento regional como elemento para superar o atraso e as tensões causadas pela gestão da economia regional. Como conclusão a análise aponta que o subdesenvolvimento está condicionado pela disputa mundial de poder e estão determinados pelos movimentos de concentração de capital e de renda. O Brasil e suas regiões se encontram em uma conjuntura de disfunção de suas políticas econômicas em relação com seus problemas de crescente subdesenvolvimento.

Biografia do Autor

Fernando Cardoso Pedrão, Doutor e Docente Livre pela Universidade Federal da Bahia. Membro da Academia de Ciências da Bahia. Fundador do Centro de Estudos Sociais. E-mail: fernandopedrao@gmail.com

Doutor e Docente Livre pela Universidade Federal da Bahia. Membro da Academia de Ciências da Bahia. Fundador do Centro de Estudos Sociais. E-mail: fernandopedrao@gmail.com

Downloads

Publicado

27-03-2020

Como Citar

PEDRÃO, F. C. A DINÂMICA DO SUBDESENVOLVIMENTO E A TENSÃO HÍDRICA NA BAHIA. Informe GEPEC, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 151–161, 2020. DOI: 10.48075/igepec.v24i1.23762. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/23762. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos