ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DO SUS NO ESTADO DO PARANÁ, NOS ANOS DE 2008 A 2013/Analysis of efficiency of Brazilian public helth system – SUS in Paraná (2008 – 2013)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v24i2.24458

Palavras-chave:

Eficiência, Saúde, Avaliação de Políticas, Análise regional.

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a eficiência na gestão do setor de saúde pública no estado do Paraná, unidade de análise é a regional de saúde, o estado é dividido em vinte e duas unidades regionais, os dados utilizados são do período de 2008 a 2013, disponíveis no portal de informática do SUS - DataSUS, utilizou-se da abordagem não-paramétrica de análise envoltória de dados. Os resultados demonstraram a ocorrência de diferenças no nível de eficiência da gestão pública entre as unidades regionais, sobretudo nos grandes centros, no entanto com o uso do índice de Malmquist observa-se uma evolução no período.

Biografia do Autor

Marco Aurelio Kasmin, Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Graduado em ciências econômicas pela Universidade Estadual de Maringá. Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Doutorando em Desenvolvimento e agronegócio.

Referências

BRASIL. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988. Brasilia: Imprensa Nacional. 1988.

BRASIL. Casa civil, Lei 8.080/1990, Brasilia: Imprensa Nacional de Setembro de 1990

CESCONETTO, a. (2006). Avaliação da eficiência produtiva da rede hopitalar do SUS em Santa Catarina.

CESCONETTO, a., Lapa, J. S., & Calvo, M. C. (2008). Avaliação da eficiência produtiva de hospitais do SUS de Santa Catarina. Cadernos de Saúde Pública, v. 24, n. 10, 2407-2417.

EMROUZNEJAD, A., PARKER, B. R., & TAVARES, G. (September de 2008). Evaluation of research in efficiency and productivity: A survey and analysis of the first 30 years of scholarly literature in DEA. Socio-Economic Planning Sciences, pp. 151–157.

GASPARINI, c. E., & Ramos, F. S. (junho de 2002). Desigualdade relativa de serviços de saúde entre regiões e Estados brasileiros. VII Encontro Regional de Economia – ANPEC.

GRIFELL-TATJÉ, E. & LOVELL, C. (1997). A DEA-based analysis of productivity change and intertemporal managerial performance. Annals of Operations Research 73, pp. 177-189.

HOLANDA, M. C., PETTERINI, F. C., & NOGUEIRA, C. A. (2004). O SUS no Ceará: Avaliação de eficiência técnica nos municípios. Textos para Discussão do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE).

MARINHO, A. (2001). Avaliação da eficiência técnica nos serviços de saúde dos municípios do Rio de Janeiro. Texto para Discussão nº 842, IPEA.

MELLO, J. C., MEZA, L. A., GOMES, E. G., & NETO, L. B. (27-30 de setembro de 2005). Curso de Análise Envoltória de Dados. XXXVII Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, pp. 2520-2547.

MILLS, a. E., & Spencer, E. M. Values based decision making: a tool for achieving the goals of healthcare. H E C FORUM, v. 17, 18-32. 2005.

POVEDA, A. C. (2011). Economic development and growth in Colombia: An empirical analysis with super-efficiency DEA and panel data models. Socio-Economic Planning Sciences, pp. 154-164.

SANTOS, C. M., CARVALHO, H. R., & LÍRIO, V. S. (2007). Eficiência do Atendimento do SUS no Estado de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

22-07-2020

Como Citar

KASMIN, M. A. ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DO SUS NO ESTADO DO PARANÁ, NOS ANOS DE 2008 A 2013/Analysis of efficiency of Brazilian public helth system – SUS in Paraná (2008 – 2013). Informe GEPEC, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 117–135, 2020. DOI: 10.48075/igepec.v24i2.24458. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/24458. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos