PLANO DE MANEJO E DESENVOLVIMENTO: A EXPERIÊNCIA DOS COMUNITÁRIOS DA RESEX DO CIRIACO NA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS Management and development plan: the experience of Ciriaco Resex communities in implementing projects

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v25i1.24980

Palavras-chave:

Ciências Sociais Aplicadas, Desenvolvimento Regional, Agroextrativismo

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de discorrer sobre os projetos (públicos e/ou privados) desenvolvidos na Reserva Extrativista (Resex) do Ciriaco, localizada no município de Cidelândia – MA e averiguar se a implementação destes está condizente com as recomendações determinadas no seu Plano de Manejo. Neste sentido, foram levantados os planos executados no recorte temporal de 1996 a 2020, conforme a fonte do recurso, a finalidade e o valor destinado. A abordagem qualitativa foi utilizada, com técnicas de pesquisa bibliográficas e exploratórias. Os resultados revelaram que os projetos têm propósitos distintos e buscam atender às dinâmicas socioeconômica e ambiental, na região em que está inserida a Resex do Ciriaco. Concluiu-se que os comunitários, por meio do Conselho Deliberativo e da Associação dos Agroextrativistas prezam pelas normas estabelecidas no Plano de Manejo e buscam junto às organizações (setor público ou setor empresarial) essa conformidade na execução de cada projeto.

Biografia do Autor

Lucélia Neves dos Santos, Universidade Federal do Tocantins - UFT.

Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins

Alex Pizzio, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins

Professor do Programa de Pos Graduaçao em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Waldecy Rodrigues, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins

Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Regional - PGDR / Planejamento Urbano e Regional/Demografia.

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. O Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza – SNUC. Brasília: MMA, 2011. Disponível em http://www.mma.gov.br/estruturas/240/_publicacao/240_publicacao05072011052536.pdf. Acesso em: 18 jul. 2017.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Plano de Manejo. Brasília: MMA, 2011. On-line. Disponível em https://www.mma.gov.br/areas-protegidas/unidades-de-conservacao/plano-de-manejo. Acesso em: 18 jul. 2020.

Associação dos Trabalhadores Agroextrativistas da Resex do Ciriaco - ATARECO. Projeto Babaçu Fonte de Vida: quebradeiras articuladas e cuidando da natureza. Cidelândia, 2019.

CNPT/Ibama. Relatório de Vistoria e Avaliação de Imóveis Rurais na Gleba “Campo Alegre” no Município de Imperatriz, Estado do Maranhão”. Mimeo. Ministério do Meio Ambiente, CNPT/Ibama, Brasília, 1993.

ELETRONORTE. Responsabilidade social. Disponível em: http://www.eletronorte.gov.br/opencms/opencms/pilares/responsabilidadeSocial/. Acesso em: 17 jul. 2017.

FERREIRA, Fernubia. Pré projeto – Reserva Ciriaco. Publicação on-line [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por fernubia.ferreira@icmbio.gov.br em 31 set. 2016.

FERREIRA, Fernubia. Projeto. Publicação on-line [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por fernubia.ferreira@icmbio.gov.br em 30 de jul. de 2020.

GODOY, Arilda Schmid. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, abr. 1995.

HESS, Charlotte; OSTROM, Elinor. Understanding knowledge as a commons: from theory to practice. Cambridge: The MIT Press, 2007. 383 p.

ICMBIO – INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. O instituto. Brasília: ICMBio, 2017. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/oinstituto. Acesso em: 18 jul. 2017.

ICMBIO – INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. Diretoria de Unidades de Conservação de uso Sustentável e Populações Tradicionais. Plano de Manejo Participativo da Reserva Extrativista do Ciriaco. Cidelândia, 2011.

ICMBIO – INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. Planos de manejo. Brasília: ICMBio, 2020. On-line. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/unidadesdeconservacao/planos-de-manejo. Acesso em: 18 jul. 2020.

INCRA – INSTITUTO DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA. O Incra. Disponível em: http://www.incra.gov.br/institucional_abertura. Acesso em: 18 jul. 2017.

ISPN – INSTITUTO SOCIEDADE POPULAÇÃO E NATUREZA. PPP/Ecos: Paisagens Produtivas Ecossociais. Brasília, 2018. On-line. Disponível em: http://www.ispn.org.br/projetos/ppp-ecos-programa-pequenos-projetos-ecossociais/. Acesso em: 18 jul. 2017.

OLIVEIRA, Thiago. José. Arruda. Mapa. Publicação on-line [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por thiago.arruda85@gmail.com em 14 set. 2017.

OSTROM, Elinor. Governing the commons: the evolution of institutions for collective action. Cambridge: Indiana University Press, 1990. 402 p.

OSTROM, Elinor. Institutional rational choice: an assessment of the IAD Framework. In: SABATIER, P. A. (Ed.). Theories of the policy process. Boulder, CO: Westview Press, 1999.

PROJETOS apoiados pela Suzano beneficiaram mais de 10 mil pessoas em 2019. O Maranhense, São Luís, 27 fev. 2020. On-line. Disponível em: http://omaranhense.com/projetos-apoiados-pela-suzano-beneficiaram-mais-de-10-mil-pessoas-em-2019/. Acesso em: 17 abr. 2020.

RESERVA DO CIRIACO. Parceiros. Disponível em http://resexciriaco.eco.br/parceiros/. Acesso: 17 jul. 2017.

SIMÕES, João; MACEDO, Marta; BABO, Pilar. Elinor Ostrom: “Governar os comuns”. 2011. Disponível em http://www.fep.up.pt/docentes/

cchaves/Simoes_Macedo_Babo_2011_Ostrom.pdf. Acesso em: 25 ago. 2016.

SUZANO Papel e Celulose. Institucional. Disponível em http://www.suzano.com.br/institucional/perfil. Acesso em: 18 jul. 2017.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração.16. ed. São Paulo: Atlas, 2016. 104 p.

Downloads

Publicado

07-01-2021

Como Citar

SANTOS, L. N. dos; PIZZIO, A.; RODRIGUES, W. PLANO DE MANEJO E DESENVOLVIMENTO: A EXPERIÊNCIA DOS COMUNITÁRIOS DA RESEX DO CIRIACO NA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS Management and development plan: the experience of Ciriaco Resex communities in implementing projects. Informe GEPEC, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 27–45, 2021. DOI: 10.48075/igepec.v25i1.24980. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/24980. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos