Identificação das variáveis de SWOT como ferramenta para promover o diagnóstico turístico e o desenvolvimento local: Corumbá-MS

Autores

  • Mayra Batista Bitencourt Fagundes
  • Vanessa Schmidt
  • Daniel Amorim Souza Centurião

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v17i1.7091

Palavras-chave:

Corumbá, Desenvolvimento Local, Matriz SWOT

Resumo


O turismo vem despontando como novo promotor do desenvolvimento econômico e social nas mais diversas partes do mundo. No Pantanal Sul-mato-grossense, com destaque para o município de Corumbá, a realidade não é diferente. Para tanto, no presente trabalho foi realizada uma pesquisa de cunho bibliográfico e exploratório descritivo qualitativo, com levantamento de informações primárias e secundárias, através da aplicação de questionários mistos estruturados a 11 gestores do trade turístico local, visando perceber quais os impactos econômicos da atividade turística no município. Posteriormente, as variáveis percebidas foram identificadas e classificadas de acordo com a Análise de SWOT em fragilidades, forças, oportunidades e ameaças. A análise dos resultados permitiu inferir que a atividade apresenta inúmeros fatores negativos relacionados aela, sendo destes alguns passíveis de modificação, seja a partir dos agentes privados integrantes da cadeia, seja a partir de políticas públicas locais direcionadas à atividade, e outros imutáveis, relativos principalmente a fatores naturais e geográficos. No entanto, as forças e oportunidades ainda não exploradas pelo setor representam alternativas ao desenvolvimento do setor que ainda podem ser exploradas, de forma a promover o crescimento da cadeia como um todo e, consequentemente, o desenvolvimento socioeconômico local.

Downloads

Publicado

08-04-2014

Como Citar

FAGUNDES, M. B. B.; SCHMIDT, V.; CENTURIÃO, D. A. S. Identificação das variáveis de SWOT como ferramenta para promover o diagnóstico turístico e o desenvolvimento local: Corumbá-MS. Informe GEPEC, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 6–22, 2014. DOI: 10.48075/igepec.v17i1.7091. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/7091. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos