Avaliação de insolvência em cooperativas de crédito: uma aplicação de redes neurais artificiais e do sistema PEARLS

Autores

  • Isabel Cristina Gozer
  • Régio Marcio Toesca Gimenes
  • Emílio Araújo Menezes
  • Antonio Roberto Pereira Leite de Albuquerque
  • Sadao Isotani

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v18i1.9110

Palavras-chave:

Redes Neurais Artificiais, Cooperativismo de Crédito, Insolvência, Desenvolvimento Regional.

Resumo


O presente estudo objetivou diagnosticar o estado de insolvência das cooperativas de crédito mútuo do Estado do Paraná construindo-se um modelo matemático baseado em Redes Neurais Artificiais (RNAs), cuja principal característica é sua capacidade processar informações, utilizando como inspiração fatores do funcionamento do cérebro, especificamente a sua capacidade de aprender, decidir e adaptar-se a mudanças. As informações necessárias para a construção do modelo foram obtidas de uma amostra de 62 cooperativas de crédito mútuo (31 solventes e 31 insolventes) pelo cálculo de indicadores financeiros do Sistema PEARLS. Utilizaram-se os algoritmos de redes neurais RBFNetwork, MultilayerPerceptron e MultilayerPerceptronCS, todos pertencentes ao pacote de software Weka, ferramenta utlizada em Data Mining, com modelagens para 27, 10 e 11 indicadores. A Rede Neural Artificial (RNA) com os algoritmos MultilayerPerceptron e MultilayerPerceptronCS com a modelagem para o grupo de 27 indicadores apresentou melhor desempenho em relação as demais redes construídas. 

Downloads

Publicado

09-07-2014

Como Citar

GOZER, I. C.; GIMENES, R. M. T.; MENEZES, E. A.; DE ALBUQUERQUE, A. R. P. L.; ISOTANI, S. Avaliação de insolvência em cooperativas de crédito: uma aplicação de redes neurais artificiais e do sistema PEARLS. Informe GEPEC, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 6–30, 2014. DOI: 10.48075/igepec.v18i1.9110. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/9110. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos