Produção de Helianthus annuus L. submetido à adubação orgânica com manipueira

Autores

  • Thiago Costa Ferreira
  • José Thyago Aires Souza
  • Alexandra Leite de Farias
  • Marcelo Pereira Cruz
  • Ana Lucia Araújo Cunha
  • Suenildo Jósemo Costa Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v14i4.11263

Palavras-chave:

Fertirrigação, oleaginosa, adubação orgânica, agroecologia.

Resumo


O girassol (Helianthus annuus L.) é uma planta anual, originária do continente americano. É uma espécie produtora de grãos com alto teor de óleo, podendo ser utilizada como fonte de biodiesel e também como forragem. A manipueira é um líquido oriundo da produção de farinha de mandioca. O aproveitamento deste resíduo orgânico na agricultura é muito importante, devido ao seu alto teor de nutrientes como, K, N, P, Ca, Mg e S e ainda evitando-se prejudicar o meio ambiente. Objetivou-se com este trabalho avaliar a produtividade do girassol em função da adubação orgânica com manipueira. O experimento foi conduzido em campo em Lagoa Seca, PB. Para análise foram computados os dados referentes produção total (PS), fitomassa seca dos capítulos (FCA), fitomassa seca das sementes e capítulos (FSC) e fitomassa seca total (FT). A maior produtividade (934,52 kg ha-1) obteve-se quando não aplicou-se manipueira. A dosagem de 250 mL de manipueira proporcionou valores máximos para massa seca do capítulo (2.380 kg ha-1) e fitomassa seca das sementes e capítulos (3.432 kg ha-1), promovendo um aumento percentual de 32,03% e 132,55% respectivamente quando comparado com a testemunha. A maior fitomassa seca total obtida foi de 28.017 kg ha-1 com aplicação de manipueira da dosagem de 375 mL de manipueria. A manipueira como fonte de adubação orgânica favorece o acúmulo de fitomassa seca do girassol sem elevar a produtividade de grãos.

Downloads

Publicado

11-12-2015

Como Citar

FERREIRA, T. C.; AIRES SOUZA, J. T.; DE FARIAS, A. L.; CRUZ, M. P.; CUNHA, A. L. A.; COSTA OLIVEIRA, S. J. Produção de Helianthus annuus L. submetido à adubação orgânica com manipueira. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 14, n. 4, p. 262–265, 2015. DOI: 10.18188/sap.v14i4.11263. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/11263. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos