Eficiência de métodos para estimativa do volume total de Corymbia citriodora

Autores

  • Ana Paula Marques Martins
  • Douglas Edson Carvalho
  • Luciane Naimeke Schmidt
  • Maurício Romero Gorenstein
  • Vinícius Costa Cysneiros

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v15i2.13203

Palavras-chave:

Cubagem por Smalian, equação volumétrica, fator de forma, método dos dois diâmetros.

Resumo


O objetivo do presente estudo foi avaliar o desempenho de diferentes métodos para estimar o volume total do fuste de Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson, com 17 anos, provenientes de plantios homogêneos da região oeste do Estado de São Paulo, identificando a existência ou não de diferenças estatisticamente significativas. As metodologias empregadas foram: a equação volumétrica de Schumacher e Hall, o método dos dois diâmetros e o fator de forma artificial. A seleção da porção do tronco que produziu volume mais correlacionado com o volume total foi realizada a partir do coeficiente de correlação de Pearson. Comparou-se as metodologias a partir da análise de variância e do valor F para identificar diferenças significativas entre os tratamentos, em que cada método foi considerado um tratamento, e o volume obtido por Smalian foi considerado o tratamento testemunha. Constatadas diferenças, aplicou-se o teste de comparação de médias de Tukey. Para o método dos dois diâmetros, a porção do tronco que propiciou volume mais correlacionado com o volume total foi a correspondente aos diâmetros mensurados a 1,30 e 2,0 metros do solo. A análise de variância mostrou a inexistência de diferenças significativas entre os tratamentos, não sendo necessária a aplicação do teste de Tukey.

Downloads

Publicado

05-07-2016

Como Citar

MARTINS, A. P. M.; CARVALHO, D. E.; SCHMIDT, L. N.; GORENSTEIN, M. R.; CYSNEIROS, V. C. Eficiência de métodos para estimativa do volume total de Corymbia citriodora. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 178–184, 2016. DOI: 10.18188/sap.v15i2.13203. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/13203. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos